Pages

Monday, 11 February 2013

Como ela chegou neste mundo


Hoje ontem (ateh tentei terminar de escrever esse post ontem ) completou um ano a minha mini princesa. Essa gostosura de bebe, cada dia mais fofa, brincalhona e determinada. Eh, agora ela sabe o que quer, mesmo que o Goura ou a Lali estejam brincando com algo, se ela quer ela vai ter, e nao vai parar de gritar ateh conseguir. Quem diria que minha bebe tao boazinha se tranformaria num bebe tao alto! haha

Esse post eh enorme, comecei a escreve-lo umas semanas depois da Jahnava nascer, mas soh consegui parar para termina-lo umas semanas atras.


*****


Confesso que alem de nao ter tempo sempre que pensava em escrever o relato do parto da Jahnava, me dava uma preguica! To escrevendo do meu iPhone ja que eh quase impossivel sentar na frente do pc pra isso.

No dia 09 de fevereiro la pra umas 4 da manha eu comecei a ter contracoes que nao me deixavam dormir com intervalo de uns 5 minutos. Ainda tentei dormir e relaxar, como nao deu fui pra sala assistir tv sentada na minha bouncy ball. Nao me preocupei em avisar a midwife por causa da minha experiencia do parto comprido do Goura, nao queria apressar nada. Umas 7 da manha avisei o Aj que era pra hoje, e ele nao foi trabalhar.

La pras 8 as minhas contracoes ficaram um pouco irregulares, entao decidi levar meu dia normal, ja que nao queria ficar muito ansiosa.
Levei a Lali na escola, parava a cada contracao, mas como estavam irregulares e nao muito fortes foi tranquilo. Cheguei em casa, tomei cafe da manha e liguei pra midwife. Disse pra ela nao se apressar pois as contracoes estavam irregulares. Ela chegou depois de uma meia hora. Era uma midwife que ainda nao conhecia, um doce de pessoa.
Ela me explicou que eu estava no comeco do trabalho de parto que poderia durar muitas horas e me aconselhou a ficar ativa, tentando ter um dia "normal". As contracoes nao pararam, mas la pra hora do almoco eu estava exausta, tomei um paracetamol e dei uma cochilada entre contracoes, que durante aquela hora tive um intervalo maior entre uma e outra contracao.
Quando desisti de dormir fiquei um pouco ansiosa pois achei que as contracoes parariam, mas nao, elas continuaram irregulares mas nao pararam.

Deu a hora de buscar a Lali e decidi ir busca-la. Queria ficar bem ativa entao levei ela a aula de natacao, fiquei entretendo o Goura enquanto assistia a Lali nadar e continuava tendo contracoes.

Voltei pra casa por um caminho todo cheio de gelo por causa da neve que tinha caido uns dias antes, foi um super esforco passar com o carrinho por la. Mas valeu a pena o esforco, cheguei em casa e as contracoes comecaram a ficar mais regulares e mais fortes. Decidi mandar a Lali pra casa de uma amiga e nisso minha irma e uma amiga chegaram em casa pra dar uma forca. Chamei a midwife, pois as contracoes estavam mais fortes e pedi que me checara quantos centimetros estava. Ela checou e estava com 4 centimetros. Fiquei um pouco desapontada. A gente treinou na piscina ainda vazia como eu pegaria o bebe, o que achei muito legal. Ela me disse que se eu na pegasse ela esperaria o Aj pegar e no caso de ninguem pegar ela pegaria. Achei isso demais!

Nesse ponto, umas 6 da tarde, as contracoes ja estavam bem fortes, decidi ir pro meu quarto tentar relaxar, ja que nao estava rolando socializar com tanta dor. Nao consegui relaxar nem descansar como queria, estava exausta, e as contracoes super fortes.
Nao queria que as contracoes parassem mas queria amenizar a dor pois estava insuportavel. Decidi arriscar e ir pra banheira.
Pedis pro Aj me trazer snacks e agua enquanto escutava musica bem relaxante. Ajudou bastante, mas as contracoes ficavam cada vez mais fortes e insuportaveis.

La pra umas 9 da noite falei para o Aj encher a piscina pois achava que o bebe nao demoraria muito a vir. As contracoes entavam insuportaveis e a cada 2 minutos. Tambem pedi para ele chamar a midwife. A agua nao estava ajudando mais, mas nao suportava a ideia de sair dela. A midwife chegou e viu meu estado, sabia que era pra logo. O Aj, minha irma e amiga corriam pra encher a piscina, o que demorou mais ou menos uma hora e meia.

Quando a piscina ficou pronta, e eles me avisaram, nao conseguia nem me mexer, a ideia de sair de la e caminhar ate a sala nao era uma opcao no estado que estava. A midwife me disse que o parto poderia ser na banheira, mas que seria muito mais confortavel na piscina.
Tomei coragem e decidi ir. O Aj praticamente me carregou. Mais que alivio foi entrar na agua denovo e muito melhor com tanto espaco.

Nesse ponto eu ja queria empurrar o bebe pra fora, perguntei algumas vezes pra midwife, e ela me dizia que eu saberia quando estava pronta. E me disse que poderia me examinar, mas teria que sair da piscina, e eu nao queria sair de jeito nenhum.

Como minhas experiencias anteriores as midwife/medica me disseram quando deveria empurrar achava que ela tambem me diria. Entao fiquei esperando, mesmo com aquela vontade louca de empurrar o bebe pra fora, e toda hora sentia a bolsa que ainda nao havia estourado.
Chegou a segunda midwife, e nada dela me falar pra empurrar.

Percebi que ela realmente disse a verdade quando me disse que eu saberia, e eu todo esse tempo achando que ela soh estava me dizendo isso para me encorajar. Entao conmecei a empurrar, com a luz baixinha, no terceiro empurrao a bolsa estoura e sai a cabeca, pedi pra chamar minha amiga que iria filmar. O intervalo da contracao foi super comprido. Na proxima contracao saiu o resto do corpo da bebe e lembrando do que tinha aprendido peguei ela no meio das minhas pernas e fiquei com ela nos meus bracos ate o cordao parar de pulsar. O Aj cortou o cordao, e depois de uns 30 minutos segurando a Jahnava finalmete passei ela pre midwife que pesou etc.

Foi uma experiencia incrivel, parto na agua foi simplesmente a melhor experiencia pra mim e eu mesma fazer meu propio parto foi mais do que especial. Alem de tudo ja estar em casa, tomar banho no meu banheiro, e deitar na minha cama com meu brand new bebe foi muito especial. Alem (2) de a Jahnava ter o nosso endereco como local de nascimento na certidao eh demais!

Nos bracos do papai pela primeira vez
A midwife pesando a Jahnava

Goura conhecendo a irma, ele encheu ela de beijinhos

Com a irma alguns dias depois de nascer

No comments:

Post a Comment